RMC Florianópolis inicia atividades do Grupo de Trabalho de Indicadores


GT de Indicadores RMC Florianópolis

A representante do Observatório Social de Florianópolis, Juliana Mello Ferreira, fala aos participantes sobre a importância da atuação do grupo.

A Rede de Monitoramento Cidadão de Florianópolis realizou a primeira reunião de seu Grupo de Trabalho de Indicadores nesta segunda-feira, dia 5 de junho. O grupo reuniu representantes da sociedade civil, do setor produtivo e da academia, para iniciar as atividades de coleta, atualização e análise dos indicadores da cidade em diversos temas de interesse, como mobilidade, saneamento básico, competitividade, saúde e educação, entre outros. O GT de Indicadores é orientado pela Baobá e pelo Observatório Social de Florianópolis, eleito Coordenador do Grupo Estratégico de Monitoramento da Rede. Estavam presentes associados à RMC, como representantes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), da Associação FloripAmanhã, do Sinduscon e da Adecom - Jurerê.

Além de analisar e filtrar indicadores locais, o grupo irá trabalhar com os indicadores do Programa Cidades Emergentes e Sustentáveis, colhendo informações atualizadas sobre a cidade. O objetivo do trabalho é gerar um relatório de desempenho desses indicadores, que será compartilhado com toda a sociedade, por meio de uma plataforma online.

A segunda reunião do grupo está agendada para o dia 30 de junho, na Sede da Fiesc. A participação externa é possível, a qualquer momento, mediante avaliação da coordenação. O GT também pode convidar representantes da Prefeitura de Florianópolis ou especialistas para o esclarecimento de dúvidas sobre a metodologia e coleta de indicadores específicos. Contudo, os convidados externos terão função consultiva, sem poder de voto sobre a inclusão ou exclusão desses indicadores.

A RMC de Florianópolis Compõem a Comissão Executiva da rede a Associação FloripAmanhã - Presidência, a Universidade Federal de Santa Catarina - Vice-Presidência Técnica, e a RIC TV Record - Vice-Presidência Administrativa. O Grupo Estratégico de Monitoramento é coordenado pelo Observatório Social de Florianópolis, o de Comunicação pela RIC TV Record, o de Inteligência pela UFSC e o de Competitividade, pela Fiesc. Atuam no Conselho Fiscal a OAB/SC, o Conselho Regional de Contabilidade (CRC/SC) e a Associação de Mulheres de Negócio e Profissionais (BPW) Florianópolis.

Entidades participantes (por ordem alfabética): Associação de Desenvolvimento Comunitário (ADECOM) de Jurerê, Associação de Mulheres de Negócio e Profissionais (BPW) Florianópolis, Associação FloripAmanhã, Conecta Call Center, Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Santa Catarina, Fecomércio, FIESC, Fundação Certi, Instituto Lixo Zero Brasil, Observatório Social de Florianópolis, RIC TV Record, Sapiens Parque, Sinduscon, UFSC e Unisociesc. Outras 15 pessoas físicas também se associaram à Rede.

#RMCFlorianópolis #GTIndicadores

Posts Em Destaque
Posts Recentes